Pesquise

Quer saber as novidades deste blog? inscreva-se e receba as novidades!!!

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Pesquisa

Pesquisa personalizada

728x15

adsense11

terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Muitos e muitos gráficos para bordar!!!







Olá... como está?? espero
que muitooo bem..
hoje, decidi trazer algo
para refletirmos e pensar..
o que podemos fazer para
mudar>

AQUECIMENTO GLOBAL

O Dr. Carlos Nobre começou dizendo que o 1º fórum de chefes de Estado
sobre aquecimento global, realizado no 62º Assembléia Geral da ONU foi
positivo pois tem grandes possibilidades de avançar e explicou que o Plano
Nacional de Enfrentamento às Mudanças Climáticas anunciado pelo Pres.
Lula na abertura desta Assembléia Geral vai determinar como o Brasil
vai ajudar a amenizar o aquecimento global e como vai mitigar ou seja
como vai adaptar-se as suas conseqüências. Explicou que a importância
do Inpe para ajudar a evitar o desmatamento na Amazônia esta baseado
em 30 anos de experiência na análise de dados enviados por satélites e
que estas informações alimentam vários órgãos governamentais como
o IBAMA e esclareceu que apesar da importância do Pantanal ainda
não se tem estudos conclusivos sobre as conseqüências do aquecimento
global para este importante ecossistema. Esclareceu que o Catarina
pode ser chamado de furacão por ter todas as características de um,
e que foi o primeiro furacão que se tem registro no atlântico sul.
Com relação ao risco do aumento do nível do mar o Dr. Carlos Nobre
esclareceu que o Brasil tem relativamente poucas áreas com até 5m
acima do nível do mar sendo que a maior parte destas áreas são ainda
remotas, no entanto, as áreas nestas condições e com populações
estão principalmente nas cidades do Rio de Janeiro, Recife, Santos
e São Vicente e se o nível do mar subir em 1m seria necessário
desalojar 200 mil pessoas somente em uma grande favela do
Rio do Janeiro e que o INPE tem um estudo sobre as mudanças
futuras de temperaturas, chuvas e ventos para cada região do
país (este estudo esta disponível no site aquecimentoglobal.com.br)
onde um dos pontos mais importantes: Abastecimento de água:
As grandes cidades podem ter problemas com o fato das chuvas
tornarem-se mais episódicas ou seja choverá a mesma quantidade
porém e pancadas mais fortes e irregulares ao longo do ano.
Agricultura: Teremos queda nas produções de milho, trigo, soja, arroz e feijão.

Doenças: Existe uma previsão para aumento de doenças associadas às
ondas de calor, associadas à poluição, pois a mesma aumenta com o calor
e devido ao aumento das enchentes e inundações crescerá a incidência de
doenças causadas por meio hídrico e com a expansão da faixa de ocorrência
dos vetores de doenças como a dengue e malária diretamente proporcional
ao aumento das temperaturas.
O Prof. Carlos Nobre falou que os países tem ainda muitas resoluções
importantes à serem tomadas para que o novo protocolo esteja pronto a
tempo de substituir o atual protocolo de Kyoto termina em 2012.

VAMOS AGIR???
beijokas
kelly

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá..que bom que vai me deixar um recadinho...obrigada..beijokas no coração.
kelly - Ponto Cruz e cia

Minha loja

Quem me visita...